POR

Bienais da América Latina reunidas

14/01/2020
O Centro Cultural Teopanzolco, projeto vencedor da segunda edição do Prêmio Oscar Niemeyer, em 2018

A Rede de Bienais de Arquitetura da América Latina, composta por 16 das principais mostras do continente, será uma das atrações do 27º Congresso Mundial de Arquitetos UIA2020RIO. Pela primeira vez, sessenta trabalhos premiados nas bienais serão apresentados num mesmo espaço. A exposição será realizada entre 13 de julho e 13 de agosto.

Durante o UIA2020RIO será feita também a entrega do Prêmio Oscar Niemeyer para Arquitetura Latino-Americana (ON Prize), promovido pela Rede, a cada dois anos, com a chancela da Federação PanAmericana de Associações de Arquitetos - FPAA e da Fundação Oscar Niemeyer. Esta é a terceira edição do prêmio, que, em média, tem 120 projetos inscritos.

“Ao prêmio concorrem projetos vencedores nas bienais”, explica o diretor-executivo da Rede e ex-presidente do Colégio de Arquitetos do Equador, Handel Guayasamin. Das 16 bienais que compõem a Rede, quatro são internacionais (Costa Rica, Quito, São Paulo e Buenos Aires), nove são nacionais (México, Honduras, Guatemala Cuba Colômbia, Venezuela, Peru, Chile e Bolívia) e três são locais (Cidade do México e Jalisco, no México, e Santa Cruz, na Bolívia). “Elas reúnem o melhor da produção arquitetônica de seus países, e, no caso internacional, o melhor da produção da América Latina”, diz Handel.

A exposição a ser montada no UIA2020RIO será composta pelos 20 trabalhos finalistas nas três edições do Prêmio Oscar Niemeyer. “São projetos que recuperam identidades locais, com respostas nas quais o global e o nacional são articulados de forma responsável”, comenta o diretor da Rede de Bienais, acrescentando que “estamos vivendo um extraordinário processo de produção criativa no conjunto de países da América Latina, marcado por olhares mais próximos de nossas realidades, compromissos mais responsáveis com o público e buscas criativas cheias de autenticidade”.

Os arquitetos vencedores do Prêmio Oscar Niemeyer também coordenarão sessões de debates sobre a arquitetura latino-americana. Handel Guayasamin acredita que o Congresso será uma excelente oportunidade para se ampliar a troca de experiências entre arquitetos latino-americanos e destes com os arquitetos dos outros continentes. “Queremos estabelecer mecanismos reais de integração no debate, reflexão e execução conjunta de projetos”, diz.

O Lugar de la Memoria, projeto vencedor da primeira edição do Prêmio Oscar Niemeyer, em 2016


Realização

Promoção

Parceiros Institucionais

Apoio Institucional

Parceiro em Artigos & Projetos

Parceiro de Mídia

Agência de Viagens

Expo

Produção

Secretaria Executiva